A melhor sangria do mundo

lixo

Fim de semana chegando, preparamos um drinque especial para você encher a lata com estilo!

Ingredientes
– 4 a 5 framboesas
– 4 a 5 mirtilos
– 3 morangos
– 3 a 5 groselhas
– 3 a 5 ameixas
– 1 colher de sopa de açúcar amarelo
– 4 cl de xarope de groselha
– 2 cl de sumo de limão
– 0,35 cl de vinho rosé
– 0,25 cl de Seven Up

Prepare assim
Misture todos os ingredientes num recipiente com bastante gelo e verta tudo para um jarro. Se quiser, também pode preparar tudo diretamente
no jarro. Utilize uma colher
de plástico e nunca de pau
por questões de higiene (pode estar mal lavada) e segurança (lascas).

Sirva em: Copo de vinho
Cor: Violeta
Capacidade: 0,75 cl
Tipo: Fancy drink
Sabor: Frutado e refrescante

O segredo está nas cores
O tom roxo desta sangria provém da antocianina, pigmento associado à vita-mina B1, essencial para transformar os nutrientes em energia. Relembramos que os frutos vermelhos, em especial o mirtilo, a groselha e a acerola, são a melhor fonte de antioxidantes. Por sua vez, os morangos e as groselhas garantem um tom avermelhado graças ao licopeno, um caro-tenoide (fitoquímico) asso-ciado à vitamina C que ajuda na prevenção do cancro da próstata. Além disso, estes frutos vermelhos são ainda fonte de outros carotenoides, como o betacaroteno, per-cursor da vitamina A que fortalece os olhos e a pele.

Elemento-estrela: Os mirtilos! Um estudo elaborado pela Human Nutrition Research Center on Aging (EUA), revelou que os mirtilos são cada vez mais alimento essencial na luta contra o envelhecimento. Ao serem ricos em nutrientes que impedem a perda de memória, os mirtilos ajudam a combater a depressão e retardam os efeitos da idade.

Corra para emagrecer

Transforme a corrida num hábito regular e perca peso rápido.

Corra para emagrecer

01/Despeça-se das calorias
Quando o objetivo é emagrecer, ou seja, perder peso, o segredo está em gastar mais calorias do que aquelas que consome.

Faça assim: “Durante a corrida, carrega o peso do próprio corpo durante um tempo considerável. Isto obriga a solicitar grandes grupos musculares,
o que origina um maior consumo de calorias”, explica André Costa Campos, coordenador e treinador de triatlo do Sporting Clube de Portugal. No entanto, “a capacidade para consumir calorias depende de inúmeros fatores, tais como a intensidade da corrida, idade, género, peso, altura e composição corporal da própria pessoa”. Lá está, cada caso é um caso, mas todos podem perder peso com a corrida.

02/3 corridas por semana
Sabendo que as calorias que se perdem a correr estão relacionadas com a distância percorrida, seria fácil dizer que quanto mais correr, mais vai emagrecer. Contudo, como o corpo vai pedir mais alimento, sobretudo para evitar lesões e reconstruir o músculo, isto torna-se num contrassenso, pois comer muito não ajuda a perder peso.

Faça assim: A melhor estratégia para conciliar o melhor destes dois mundos passa por ingerir menos calorias do que as que utiliza diariamente. “Com o mínimo de rigor, siga um plano alimentar que se adeque às suas características e à sua forma. Se já costuma correr esporadicamente, aumente as suas corridas para cinco dias por semana. Se ainda não tem o hábito de correr, inicie a sua nova vida de atleta com três corridas semanais”, aconselha André Costa Campos. A semana tem sete dias, por isso temos a certeza que conseguirá encaixar três corridas semanais, certo?

03/Aguente mais de 30 mins.
Será que bastam 10 minutos ou tem que se esforçar durante uma hora?

Faça assim: Para garantir um esforço eficaz “deverá correr 30 minutos (no mínimo) para que haja uma ativação do seu metabolismo. A intensidade deverá ser moderada a alta para que este se mantenha ativo durante muito mais tempo após o treino”, aconselha André Costa Campos. Outro conselho
a ter em conta é dado por Bernard Lehmann, atleta de triatlo do Sporting Clube de Portugal e personal trainer no Virgin Active Palácio SottoMayor, em Lisboa: “Oiça o seu corpo e tente perceber como está a reagir ao longo de cada sessão de corrida, pois quantidade não é sinónimo de qualidade e, muitas vezes, tudo o que é excessivo raramente resulta em benefícios”. Assim sendo, “tente começar de forma gradual e de acordo com a sua capacidade. Depois, consoante a sua experiência e a forma como reage ao estímulo provocado pelo treino, poderá aumentar o volume da corrida”, complementa André Costa Campos.

04/ Queime gordura a sério
Durante a corrida, “numa altura em que é solicitado o metabolismo aeróbio, o organismo recorre aos macronutrientes mais eficientes para disponibilizar energia. Num ritmo médio alto, o combustível a que o corpo recorre são os hidratos de carbono em circulação no sangue (glucose), passando depois para os que estão armazenados nos músculos (glicogénio), seguindo-se as gorduras e só então as proteínas, que apresentam a consti-tuição da estrutura muscular como uma das suas principais funções”, explica o treinador de triatlo.

Faça assim: Para evitar casos extremos em que submete o seu corpo a um exercício muito prolongado ou a um estado alimentar muito deficiente, “mantenha uma alimentação o mais equilibrada possível, evite ao máximo correr em jejum e reponha sempre a energia após o treino. Caso contrário, arrisca-se provocar um défice energético ou até o overtraining”. Para Bernard Lehmann, atleta habituado a provas de triatlo, “em corridas com a duração entre 50 a 60 minutos, o importante é nunca descurar a última refeição antes do esforço, devendo apostar no consumo de hidratos de carbono de qualidade que mantenham a ‘máquina a trabalhar’ em perfeitas condições”. Para terminar em beleza, basta-lhe repor a energia nos primeiros 30 minutos após o exercício “com um snack entre 160 a 200 calorias que apresente um misto de proteína e hidratos de carbono. Boas combinações são uma banana com um iogurte ou uma maçã com um iogurte e uma fatia de pão escuro com queijo ou fiambre”, sugere.

05/ Tempo VS distância
Voltando à premissa anterior, um erro comum é correr muito para perder ainda mais peso. Porém, a duração da corrida não está diretamente relacionada com a distância percorrida. .

Faça assim: Caso tenha que optar entre correr por tempo ou por distância, a recomendação do treinador de triatlo passa por “correr por tempo, dado que a distância depende sempre do percurso. Faça-o durante 30 minutos num percurso sinuoso, o que significa correr uma distância menor em que o gasto energético poderá ser superior a uma corrida igual, mas feita num percurso plano”. Para Bernard Lehmann, a metodologia mais apropriada para eliminar gordura “é o treino intervalado, uma vez que consegue reduzir a duração do esforço e aumentar o gasto calórico, mas o treino contínuo não deixa de ser uma boa opção, por isso o mais aconselhável é variar o método de treino para alcançar resultados ainda melhores”. Resumindo: mantenha sempre a assiduidade nos treinos e alterne sessões curtas e intensas com outras longas e moderadas.

06/ Descubra o segredo
De acordo com um estudo publicado no Medicine and Science in Sports and Exercise, a maior oxidação de gordura situa-se entre os 55% e os 75% do VO2 Máximo. Um indivíduo que num dia faça um treino a 55% do seu VO2 Máx. e no outro dia faça um treino a 75% vai gastar sensivelmente a mesma quantidade de calorias derivadas da gordura. A diferença é que se correr a 75% do seu VO2 Máx. irá gastar o dobro das calorias através dos hidratos de carbono”.

Faça assim: Para perder o máximo de gordura, “siga um plano de treino que seja composto por diferentes métodos, permitindo fazer corridas mais intensas (mas que terão que ser mais curtas) e corridas mais longas numa intensidade moderada”, afirma André Costa Campos. Para poder chegar o mais longe possível sem danificar os seus músculos, “recorra à ajuda de um profissional (treinador ou personal trainer) que o possa acompanhar na adaptação à corrida. Estruturar uma rotina de treino adequada que permita uma evolução progressiva é o primeiro passo para atingir o sucesso”, aconselha Bernard Lehmann.

07/ Cuidados importantes a ter
A corrida significa um esforço físico intenso para o organismo, por isso convém prepará-lo bem.

Faça assim: Durante as corridas até 60 minutos “basta beber água (caso tenha necessidade), pois o organismo não necessita de qualquer alimento. Caso a corrida seja superior a uma hora, um gel de 30 g (cerca de 100 Kcal) será suficiente”, sugere o treinador André Costa Campos. Um truque para não deixar o corpo estagnar ao longo dos treinos é introduzir variações, tais como “sessões aeróbias, treinos intervalados (com ou sem rampas), treinos
de força e promover um aumento gradual da carga e/ou volume ao longo das semanas”, conclui.

Sofre de ortorexia?

Se responder afirmativo à maioria destas questões, é provável que seja…

Sofre de ortorexia?

É ORTORÉXICO?
Se responder afirmativo à maioria destas questões, é capaz de ser o seu caso!

– Passa três horas por dia (ou mais) a pensar na sua dieta?
– Planeia as suas refeições com vários dias de antecedência?
– Importa-se mais com o valor nutricional dos alimentos do que com o seu sabor?
– A sua qualidade de vida diária decresceu à medida que aumentou a sua dieta?
– Ultimamente tem sido muito rígido consigo?
– A sua autoestima eleva-se quando come de forma saudável?
– Deixou de comer alimentos dos quais desfrutava e para optar apenas pelos que “deve” comer?
– A sua dieta torna-se num problema na hora de jantar fora, distanciando-se da família e amigos?
– Sente-se culpado quando salta a dieta?
– Sente-se em paz consigo, mesmo quando come de forma correta?

SERÁ O SEU CASO?
Como leitor Men’s Health, certamente que já faz uma alimentação saudável, mas isso não o impede de estar neste momento a questionar-se: “Será que sou ortoréxico?”.
Para que perceba melhor, a dra. Júlia Machado, psicóloga do Hospital Lusíadas Porto, explica que “no caso da ortorexia, o problema reside na obsessão por ingerir alimentos de boa qualidade e apenas os mais saudáveis. O lado negativo surge quando esta preocupação pela alimentação começa a tomar grande parte do dia a dia destes indivíduos”. E como uma coisa leva à outra, gera-se um efeito bola de neve e a culpa também passa a fazer parte da vida de um ortoréxico, “pois sentem-se culpados por não cumprirem o que consideram ser as suas regras alimentares. Depois, como são pessoas de tal forma restritivas, castigam-se com uma alimentação ainda mais rígida para compensar eventuais deslizes na dieta, criando-se um ciclo vicioso, surgindo sentimentos de baixa tolerância à frustração”, indica a psicóloga.

REVÊ-SE NESTA SITUAÇÃO?
Acreditamos que não. Ainda assim, se já anda a evitar jantar fora com os amigos por ter receio de não encontrar no menu o tipo de alimentos de que necessita, é melhor considerar duas vezes a sua posição perante a alimentação, já que “a ortorexia leva a um afastamento social, uma vez que desencadeia uma retração e faz com que a pessoa restrinja do seu lote de amizades as pessoas que não seguem o mesmo tipo de alimentação”, alerta a psicóloga Júlia Machado. E após isto as consequências são inevitáveis, levando a um isolamento social.

A verdade é que este tipo de transtornos tem, em grande parte, uma origem social: a extrema pressão face à magreza, algo que se tem vindo a confundir com o facto de cuidarmos de nós.
Lembre-se: cuidar de si é uma coisa, seguir dietas rígidas é algo completamente diferente e nada saudável.

Lutando para perder calorias?

Selecionamos 7 esportes ideais para dar aquela secada.

7 desportos para perder mais calorias

Selecionamos algumas atividades físicas que são ideais para perder calorias em 60 minutos. Não se esqueça que este fator poderá depender do peso e da capacidade física da pessoa.

Corrida
Benefícios: Considerado um desporto barato e prático, este pode ser praticado em qualquer lugar e é adequado para quem quer perder peso e prevenir doenças. Fornece energia e fortalece os músculos e ossos.
Calorias gastas: entre 800 a 1000.

Remo
Benefícios: Fortalece a massa muscular, costas, ombros, abdômen…, e melhora a saúde cardiorrespiratória.
Calorias gastas: entre 600 a 1000.

Boxe
Benefícios: Para além de gastar calorias, esta atividade liberta a tensão acumulada e alia a força com a agilidade.
Calorias gastas: cerca de 700.

Natação
Benefícios: Pode ser praticada em seis estilos diferentes, ajuda na redução de gorduras, é ideal para quem tem dores musculares, fortalece os músculos e melhora o sistema respiratório.
Calorias gastas: em média 430 a 530.

CrossFit
Benefícios: Melhora a força e resistência, envolvendo grande parte dos grupos musculares com recursos a equipamentos externos.
Calorias gastas: mais de 800.

Basquetebol
Benefícios: Trabalha pernas e braços, melhora o sistema cardiorrespiratório e ajuda no equilíbrio e na coordenação.
Calorias gastas: até 750 calorias.

BodyCombat
Benefícios: melhora a agilidade, flexibilidade, coordenação motora e ainda fortalece o corpo.
Calorias gastas: até 740 calorias.

Limpe o seu corpo com estes ingredientes desintoxicantes

Está na hora da limpeza do seu organismo!

Limpe o seu corpo com estes ingredientes desintoxicantes

FILTRO RENAL
ALGAS KELP

o-beneficio-das-algas-kelp-blog-usenatureza
O álcool pode fazer com que a pressão sanguínea aumente, o que por sua vez pode causar insuficiência renal. O kelp é um tipo de alga que faz com que o corpo extraia mais urina dos rins a fim de expulsar as substâncias químicas prejudiciais.

Veja outros benefícios da alga aqui
REGENERADOR DA PELE
MALAGUETA VERDE

Resultado de imagem para malagueta verde
Se beber mais que a conta, saiba que a concentração de vitamina C, necessária para produzir colagénio – que mantém a pele saudável – deve estar nos níveis mínimos. Por isso nascem borbulhas na cara e manchas na pele. A malagueta verde contém mais vitamina C do que qualquer outro alimento, com 404% da quantidade diária recomendada em 100 gramas.

ALIVIA CORAÇÕES
CASCA DE LARANJA

Resultado de imagem para casca de laranja

Quando sair para jantar fora deveria levar umas cascas de laranja consigo. A pele da laranja é uma fonte excecional de hesperidina, uma substância que ajuda a reduzir o risco de doença cardíaca provocada pelos excessos de álcool. Num estudo publicado no Journal of Clinical Nutrition, os homens que consumiram hesperidina durante um mês também tiveram uma redução da pressão sanguínea.

POTENCIADOR IMUNOLÓGICO
SUMO DE SABUGUEIRO

baga
O facto de sair à noite, quer queira quer não, supõe que esteja em contacto com bastante gente, o que aumenta as probabilidades de transmissão de doenças. Investigadores alemães descobriram que as bagas de sabugueiro ajudam a aumentar a produção de ocitocina, uma proteína que reforça o sistema imunológico, o que o ajuda a eliminar qualquer vírus que quem passou pelo bar lhe tenha eventualmente transmitido.

LIMPADOR HEPÁTICO
RAIZ DE GENGIBRE RALADA

gengi
Quando acorda no dia seguinte pode aperceber-se de que perdeu o controlo com as bebidas (e que destruiu o seu fígado). Este ingrediente é tudo o que necessita para eliminar as toxinas acumuladas por tanto álcool. O gengibre repara os danos causados nas células hepáticas. Para conseguir melhores resultados,
procure as raízes mais grossas e de pele escura.

Capítulo 2, Margaret River: a primeira vez nas ondas perfeitas de North Point no CT

Swell ajuda e segunda etapa do Circuito Mundial de Surfe começa nesta terça-feira (28), em uma das ondas mais cobiçadas da Austrália, pela primeira vez na história

Pela primeira vez na história, a etapa de Margaret River da elite do Circuito Mundial de Surfe vai ser realizada nas cobiçadas ondas de North Point. Com a chegada de um swell na região, a WSL anunciou a abertura da janela da segunda etapa do ano nesta quarta-feira (28), às 20h, Horário de Brasília.
https://www.facebook.com/plugins/video.php?href=https%3A%2F%2Fwww.facebook.com%2Fcanaloff%2Fvideos%2F10154540674617058%2F&width=620&show_text=false&height=613&appId

A organização quer aproveitar as condições perfeitas em North Point para realizar pelo menos o Round 1 no primeiro dia de janela. A onda é conhecida por juntar tubos na primeira sessão com uma parte mais à frente com rampas ideais para aéreos. Nesta segunda-feira, vários surfistas da elite realizaram um free surf no local para treinar, como Kolohe Andino, Frederico Morais e Joan Duru.

Etapa vai comear nas cobiadas ondas de North Point, em Margaret River (Foto: Russel Ord/WSL)Etapa vai começar nas cobiçadas ondas de North Point, em Margaret River (Foto: Russel Ord/WSL)

A etapa de Margaret River começa com disputas bem interessantes logo no Round 1. Logo na primeira bateria, Kelly Slater e Mick Fanning voltam a se enfrentar – assim como aconteceu na estreia da temporada, em Gold Coast. O italiano Leonardo Fioravanti também participa da disputa.

Etapa de Margaret River comea com bateria disputada entre trs brasileiros, Gabriel Medina, Jess Mendes e Wiggolly Dantas (Foto: Reproduo?WSL)Etapa de Margaret River começa com bateria disputada entre três brasileiros, Gabriel Medina, Jessé Mendes e Wiggolly Dantas (Foto: Reprodução?WSL)

Outro confronto aguardado na primeira rodada em North Point envolve três brasileiros. Gabriel Medina e Wiggolly Dantas brigam por uma vaga direta no Round 3 com Jessé Mendes, atual líder do QS, divisão de acesso e que ganhou um convite para participar após vencer o Australian Open of Surfing.

John John Florence, atual campeo do mundo,  um dos surfistas que adoram as ondas em North Point (Foto: Russel Ord/WSL)John John Florence, atual campeão do mundo, é um dos surfistas que adoram as ondas em North Point (Foto: Russel Ord/WSL)

O Brasil ainda tem outros seis representantes na etapa. Miguel Pupo estreia contra os australianos Matt Wilkinson e Jack Freestone. Ian Gouveia disputa contra o vencedor da etapa de Gold Coast, Owen Wright, e Connor O’Leary. Caio Ibelli e Jadson Andre se juntam a Joel Parkinson na bateria de número 8. Adriano de Souza encara Adrian Buchan e Jeremy Flores e na última bateria da rodada Filipe Toledo enfrenta Sebastian Zietz e Ethan Ewing.

No feminino, cuja janela também abre nesta quarta-feira, a brasileira Silvana Lima estreia na última bateria do Round 1, contra a havaiana Tatiana Weston-Webb e a australiana Sally Fitzgibbons.

Silvana estreia em Margaret River na ltima bateria do Round 1 (Foto: WSL)Silvana estreia em Margaret River na última bateria do Round 1 (Foto: WSL)

Confira os confrontos do Round 1 da etapa de Margaret River, a segunda do Circuito Mundial de Surfe:
– Masculino
1. Kelly Slater (EUA), Mick Fanning (AUS), Leonardo Fioravanti (ITA)
2. Kolohe Andino (EUA), Stuart Kennedy (AUS), Ezekiel Lau (HAV)
3. Matt Wilkinson (AUS), Miguel Pupo (BRA), Jack Freestone (AUS)
4. Jordy Smith (AFR), Kanoa Igarashi (EUA), Nat Young (EUA)
5. Gabriel Medina (BRA), Wiggolly Dantas (BRA), Jessé Mendes (BRA)
6. John John Florence (HAV), Frederico Morais (PRT), wildcard
7. Owen Wright (AUS), Connor O´Leary (AUS), Ian Gouveia (BRA)
8. Joel Parkinson (AUS), Caio Ibelli (BRA), Jadson André (BRA)
9. Adriano de Souza (BRA), Adrian Buchan (AUS), Jeremy Flores (FRA)
10. Michel Bourez (TAH), Conner Coffin (EUA), Joan Duru (FRA)
11. Julian Wilson (AUS), Josh Kerr (AUS), Bede Durbidge (AUS)
12. Filipe Toledo (BRA), Sebastian Zietz (HAV), Ethan Ewing (AUS)

– Feminino
1. Johanne Defay (FRA), Malia Manuel (HAV), Bronte Macaulay (AUS)
2. Courtney Conlogue (EUA), Sage Erickson (EUA), Coco Ho (HAV)
3. Tyler Wright (AUS), Keely Andrew (AUS), wildcard
4. Stephanie Gilmore (AUS), Nikki Van Dijk (AUS), Bianca Buitendag (AFR)
5. Carissa Moore (HAV), Lakey Peterson (EUA), Pauline Ado (FRA)
6. Sally Fitzgibbons (AUS), Tatiana Weston-Webb (HAV), Silvana Lima (BRA)

O BENEFÍCIO DAS ALGAS

Algas são alimentos muito benéficos para saúde. Muito conhecidas e apreciadas em alguns países da Ásia, são usadas na culinária japonesa, na indústria alimentar, como aditivos, nas indústrias farmacêutica e cosmética.

Alga Kelp

Ela contém muitos nutrientes como o iodo. Ajudou a salvar pessoas após a radiação de Hiroshima. Fonte de vitamina B12 ela é particularmente importante para os vegetarianos. Comer algas é uma boa maneira de manter o metabolismo em boas condições. Contém outros nutrientes, tais como fibras, minerais, oligoelementos  e  cálcio. Outras vitaminas incluem: a vitamina C, tanto quanto as laranjas; as vitaminas E e K; e vitamina D na forma vegetal.

o-beneficio-das-algas-kelp-blog-usenatureza

Spirulina e outras algas azuis-verdes

Com aminoácidos e antioxidantes, são excelentes para o sistema imunológico e ajudam a produzir células estaminais. Esta alga tem uma grande variedade de nutrientes, por isso é considerada um superalimento. Spirulina também tem um efeito alcalinizante, que é essencial para manter o nosso corpo livre de doenças. Além disso, pode ajudar a combater  anemia , pois contém muito ferro e clorofila, que também tem propriedades que ajudam a manter nosso sangue saudável. Ajuda nossas células para se proteger da radiação UV .

 

Seis locais de tirar o fôlego na Região Nordeste

Separamos o melhor do Nordeste para você aproveitar na sombra com água fresca

Quem já viajou para o Nordeste sabe que não tem como ir e não se apaixonar. É realmente amor à primeira vista por essa região rica em praias, natureza, animais e paisagens de encantar qualquer viajante.

Confira as regiões de tirar o fôlego que selecionamos para você conhecer:

1) Galés de Maragogi, Alagoas
Maragogi, Alagoas (Foto: Luis Carlos Torres / Shutterstock)Maragogi, Alagoas (Foto: Luis Carlos Torres / Shutterstock)
Localizada na cidade de Maragogi, as piscinas naturais são formadas por recifes de corais, sobretudo no período da maré baixa. As águas são cristalinas e abrigam uma grande quantidade de peixes e animais marinhos.

2) Chapada Diamantina, Bahia
Chapada Diamantina, Bahia (Foto: Alekk Pires / Shutterstock)Chapada Diamantina, Bahia (Foto: Alekk Pires / Shutterstock)
São 24 cidades abraçadas por essa região de serras. Em meio às grutas e cavernas, encontram-se painéis arqueológicos incríveis. Além do valor histórico, há também a beleza natural: cachoeiras, lagos, animais e plantas raras, deixam tudo ainda mais interessante.

3) Jericoacoara, Ceará

Jericoacoara, Cear (Foto: Phaelshots_ / Shutterstock)Jericoacoara, Ceará (Foto: Phaelshots_ / Shutterstock)
Nos anos 80, essa praia ainda era deserta, isolada do mundo. Somente pescadores frequentavam esse paraíso. Na década seguinte, já como ponto turístico, entrou para o ranking das dez praias mais bonitas do mundo e, em 2004, foi eleita pelo Huffington Post a quarta melhor praia do planeta. Vai perder a oportunidade de conhecer esse local?

4) Porto das Galinhas, Pernambuco

Porto de Galinhas, Pernambuco (Foto: Gustavo Frazao / Shutterstock)Porto de Galinhas, Pernambuco (Foto: Gustavo Frazao / Shutterstock)
Na praia de Porto de Galinhas, localizada no município de Ipojuca, é possível mergulhar em meio à natureza dos mares. Além dos mergulhos, os passeios de bugre, de jangada, as trilhas e outros esportes proporcionam esse contato entre natureza e aventura.

5) Parnaíba, Piauí
Praia da Pedra do Sal, Parnaba (Foto: Robertooaraujo / Wikimedia Commons)Praia da Pedra do Sal, Parnaíba (Foto: Robertooaraujo / Wikimedia Commons)
A paisagem é formada por um fenômeno que une rio, lagoas, mar, igarapés, mangues e um complexo com 75 ilhas. Em meio à região, destacamos especialmente a Baía do Caju, Lagoa do Portinho, Pedra do Sal e Praia do Coqueiro, locais ideais para aquela foto perfeita!

6) Cânion do Xingó, Sergipe
Cnion do Xing, Rio So Francisco (Foto: Washington Moraes / Wikimedia Commons)

Cânion do Xingó, Rio São Francisco (Foto: Washington Moraes / Wikimedia Commons)

É o quinto maior cânion navegável do mundo, localizado em um vale com uma extensão de 62 quilômetros. Para chegar, é preciso navegar cerca de 20 quilômetros pelas águas do Rio São Francisco. Na região, indicamos a Gruta do Talhado, que possibilita um mergulho delicioso.

Estamos curiosos pra saber qual será sua próxima aventura pelo Brasil. Conta aí!

Melhore os seus sprints com este treino!

sports-wallpapers142

Faça cada circuito sem descansar entre exercícios, a menos que seja pedido.

Circuito 1
Faça 5 rondas e descanse 2 minutos

Corra na passadeira (inclinação 10%) ou use o simulador de escadas (stepper) – 40 segundos
Agachamentos com pesos russos (nas rondas 1, 3 e 5 apenas) – 10 repetições + agachamentos sem pesos (nas rondas 2 e 4) – 20 repetições
Ronda 1: Faça uma extensão de braços apoiada – 40 segundos
Ronda 2: Flexão lateral esquerda – 40 segundos
Ronda 3: Flexão lateral direita – 40 segundos
Ronda 4: Aguante extensão de braços junto ao chão – 40 segundos
Ronda 5: Flexão isométrica sobre antebraços – 40 segundos
CIRCUITO 2
Faça 3 rondas e descanse 2 minutos

Suba escadas rapidamente – 80 segundos
Descanse – 20 segundos
Extensão de braços – 30 segundos
Levante pesos russos inclinado – 10 repeticiones
CIRCUITO 3
Faça 4 rondas e descanse 2 minutos

Corra ou Suba escadas rapidamente – 60 segundos
Agachamento rotatório unilateral – 5 repetições/ perna
Abdominais à sua escolha – 60 segundos
CIRCUITO 4
Faça 3 rondas e pareMelhore os seus sprints com este treino!

Descanse – 20 segundos
Extensão de braços – 30 segundos
Levante pesos russos inclinado – 10 segundos
Suba escadas rapidamente – 40 segundos
Descanse – 40 segundos
Aguante extensão de braços juntos ao chão – 40 segundo

Acerte o corte!

Resultado de imagem para churrasco gourmet

Cortar a carne antes de colocá-la na grelha pode parecer uma tarefa simples, mas errar aqui pode fazer a diferença entre um deliciosa refeição e um churrasco “meia boca”.

Para fatiar bem a carne, é preciso saber como deve ser o seu corte para que ela continue suculenta e no ponto ideal para a degustação. Ok, mas como saber como deve ser o corte?

Antes de tudo é preciso ter em mente que para acertar o tipo de corte que será feito na carne é necessário conhecer a carne que será servida, já que cada uma exige um corte específico. A costela, por exemplo, pode ser preparada em fatias finas, enquanto a paleta de cordeiro pode ser servida da forma premium, que é quando o osso inteiro permanece dentro da carne.

A regra geral é identificar a posição das fibras da carne e deslizar a lâmina da faca transversalmente. Isso porque se esse cuidado não for tomado e o corte não acompanhar a fibra, a carne fica dura. A lâmina também deve estar muito bem afiada para que a carne não desmanche na hora de ser cortada.

Cortes específicos
Com as dicas acima em mente, você pode, agora, cortar cada carne conforme suas peculiaridades. Selecionamos as quatro carnes mais famosas no churrasco para que você não tenha mais dúvidas.

Mais: uma regra para todas elas é não fazer um corte alto para uma carne que deve ficar bem passada. Para essa finalidade, prefira cortes finos.

corte, boi,

Alcatra
Suas fibras são bem características e fáceis de serem identificadas. O indicado é acompanhar o desenho das fibras ao realizar o corte.

Fraldinha
Antes de assar a fraldinha, corte a carne no sentido da fibra da carne. Mas, na hora de servir, o indicado é cortá-la no sentido oposto ao da fibra, o que a deixa mais suculenta.

Maminha
Ao temperá-la, faça alguns cortes na gordura para que o sal penetre na carne. Depois de assada, retire-a da churrasqueira e sirva imediatamente, cortando sempre no sentido contrário ao das fibras para que a maminha fique ainda mais macia.

Picanha
Verifique o lado com maior quantidade de gordura e corte a carne com cerca de dois cm (referente a dois dedos) de espessura. Ao ficar um pouco mais grossa, ela assa mais por fora, deixando o meio mais suculento. Se o corte da picanha for muito fininho, no entanto, ela vai assar por igual, deixando o meio da carne seco.

Ah, se for seguir essas dicas, não esqueça de me chamar!